Trabalhando com as cores

Vermelho, azul, amarelo, verde e muito mais. Crianças aprendem mais com o colorido ao seu redor

Fotos: Marisa Miyagui | Adaptação web Caroline Svitras

 

A arte-educadora Kacianni Ferreira explica que a utilização das cores contribui para o desenvolvimento da criança, principalmente por meio do aprimoramento da capacidade motora e cognitiva, raciocínio, audição, fala, entre outras funções.

“Como diz o educador e escritor Rubem Alves, devemos dar sabor ao nosso saber e ensinar os alunos a degustarem as coisas. E por que não “degustar” as cores com as crianças? Se dermos sabor às atividades, elas serão realizadas com muito mais alegria e prazer. E é disso que nossas escolas e alunos precisam: de saber com sabor, para aprenderem com gosto e satisfação”, diz ela.

Na Educação Infantil, brinquedos, jogos e brincadeiras são ferramentas pedagógicas. Além dessas ferramentas, é possível mostrar objetos coloridos que estão na sala de aula e na escola, de modo geral, e fazer relação com as cores das coleções (lápis de cor e/ou giz de cera) que elas utilizam, assim como também comparar as cores com elementos da natureza, como o céu, o Sol, a Lua, as estrelas, as nuvens, as árvores, as frutas, os rios ou mares, os passarinhos etc. Em seguida, Kacianni diz que é interessante pedir à criança que expresse o que sentiu, o que aprendeu, por meio da fala, de um gesto, de uma brincadeira, de um desenho etc. Isso aguçará sua curiosidade, imaginação e criatividade, levando a ter mais autoconfiança e autorrealização.

A arte-educadora diz que atividades que relacionam as cores aos mundos imaginário e real da criança são extremamente significativas para elas, portanto, sugere que sejam realizadas constantemente, tanto em ambiente escolar como familiar.

 

 

Jogo das caixas coloridas


Separe caixas de sabão em pó, de remédio, palito de dente, palito de fósforo e tampas plásticas. Foram utilizados papéis coloridos (color set ou papel contato). Por meio dessa atividade, as crianças são estimuladas a perceber as cores e a fazer a relação entre objetos grandes e pequenos, além de aprenderem os nomes de duas formas geométricas (quadrado e círculo). Elas devem ser incentivadas a colocar as caixas pequenas, assim como as tampas plásticas, dentro das caixas maiores, de acordo com as cores.

 

 

Jogo das letras

Por meio desse jogo, as crianças aprendem a ler brincando, sentindo-se mais estimuladas a também escreverem, o que torna a aprendizagem mais significativa e muito mais saborosa. O professor forma palavras em cada grupo de tampinhas da mesma cor. Cada palavra deve estar em grupos de tampinhas com cores diferentes, pois isso vai facilitar que a criança separe as letras por cor e depois forme a palavra e cole-a no local correspondente em uma folha em que estarão todas elas. Depois disso, o aluno ainda pinta o círculo onde está a palavra da cor correspondente às tampinhas.

 

 

Expressão por meio das cores


pelas cores desde a fase inicial da vida. E está comprovado que as cores alegres e vibrantes chamam a sua atenção. Um exemplo disso são os chocalhos coloridos, fixados sobre o berço ou carrinho do bebê. Os chocalhos são excelentes ferramentas para a percepção visual e auditiva da criança entre 5 meses e 12 meses de vida e, às vezes, até mais. Geralmente, as crianças mais ativas são atraídas pelas cores quentes (vermelha, laranja e amarela,) e as mais calmas pelas cores frias, principalmente azul e verde, inclusive, em seus desenhos, podemos perceber a utilização dessas cores com mais frequência. Mas isso não é uma regra. Há crianças que gostam de muitas cores, até mesmo de lilás, cinza, bege, marrom e preto.

 

 

Revista Guia Prático do Professor – Educação Infantil