Saindo das fraldas

Foto: Fernando Pereira | Adaptação web Caroline Svitras

 

O início da retirada das fraldas sempre gera grandes dúvidas nos pais. É importante que a família não tenha pressa, pois a criança que não tem maturidade suficiente para controlar seus músculos que controlam a saída da urina e das fezes e é forçada a deixar as fraldas pode ter sérios problemas de incontinência urinária ou de intestino preso.

 

A criança precisa ter algumas habilidades para começar a ficar sem as fraldas, como conseguir ficar sentada sozinha de 5 minutos a 10 minutos,  andar, falar, para conseguir pedir para ir ao banheiro, e tirar suas roupas que devem ser de fácil manuseio, como as de elásticos.

 

A escola deve ser uma grande aliada da família no momento do desfraldamento. Não adianta começar o trabalho em casa e a criança continuar a usar fralda na escola. O trabalho em conjunto é fundamental. E, além do trabalho comum, como levar a criança sempre ao banheiro, ensiná-la a usar o vaso sanitário ou penico, é possível estimular ainda mais essa autonomia. A professora de Educação Infantil Juliana Aguiar Garcez desenvolveu um trabalho com esse foco no Colégio Primeiros Passos Baby, em Atibaia, veja o que foi realizado:

 

 

Revista Guia Prático do Professor – Educação Infantil Ed. 134