Psicomotricidade na infância

Atividades simples e divertidas podem ajudar no desenvolvimento psicomotor das crianças

Foto: Carlos Ricon

Segundo Fátima Alves, fonoaudióloga, sócio terapeuta da Ramain-Thiers, e psicomotricista titulada pela SBP, a psicomotricidade está voltada para o aprimoramento do desenvolvimento psicomotor em crianças inseridas no processo de aprendizagem, e, portanto, requer um trabalho adequado partindo de uma parceria do aluno e a atividade corporal.

“A utilização do corpo na infância é um facilitador para a criança aprimorar sua coordenação motora, fazendo um controle muscular mais adequado, resultando numa consciência corporal mais elaborada e mais consistente”, explica ela. Nesse sentido, a contribuição da psicomotricidade no processo de alfabetização é fundamental para a construção de diversos conceitos e capacidades que são vistos como pilares do processo de aprendizagem e da apreensão das habilidades psicomotoras. “A criança tem que vivenciar todas as fases do desenvolvimento, correndo um risco quando isso não acontece. As primeiras experiências de sensação permitem a criança realizar atividades e satisfazer suas necessidades, o que acontece desde a vida intrauterina”, justifica.

Desenvolvimento físico e psíquico da criança

De acordo com Fátima, por meio do movimento a criança atua no mundo, dispondo de suas capacidades afetivas, intelectuais e motoras, esta relação estabelece a tonicidade da criança, que é construída diariamente através de estimulações que lhe são impostas pelo meio na qual está inserida e pelas pessoas que a cercam. Essas estimulações provenientes das experiências e vivências que a criança realiza desenvolvem sua autonomia corporal e maturidade socioemocional.

Atividades

Quebra-cabeça

Trabalha a lateralidade, estruturação espacial, percepção, memória, coordenação motora, visomotora, desenvolvimento do pensamento lógico, atenção, concentração.

Jogo de pega varetas separar feijão ou outros grãos abotoar e desabotoar enfiar miçangas amassar bolinhas de papel – todas as atividades acima trabalham a coordenação motora fina, relações e ideias de quantidade, espaço, tamanho, ordem, número e forma.

Jogo da memória

Trabalha estratégias de memorização, relações entre imagens e posição, orientação espacial e desafio.

Esquema corporal

Pedir a criança para andar descalça sobre areia, no tapete, andar de joelhos, levantar os braços, as pernas, pular de um pé só, atividades circenses, entre outros comandos.

Guia Prático do Professor – Educação Infantil| Ed. 156

Psicomotricidade na infância