Os cinco sentidos em evidência

Faça um jogo da memória tátil com seus alunos e descubra muito mais que pares

Fotos: Itaci Batista | Adaptação web Caroline Svitras

 

Unir o lúdico e a descoberta do próprio corpo. Essa é a proposta da pedagoga, professora e especialista em alfabetização Rosires Amaral de Paiva, que leva os seus alunos por uma viagem entre os nossos sentidos.

 

Para desempenhar a proposta, a professora sugere uma oficina que enfatiza elaboração, confecção e aplicação de jogos na sala de aula e, com base nisso, criou um “jogo da memória tátil” na Educação Infantil. “É por meio da linguagem do brincar que as crianças são motivadas a pensar de maneira autônoma, desenvolvendo a confiança nas próprias capacidades e expressando-se com a autenticidade que lhe é inerente”, explica.

 

Além disso, Rosires decidiu somar a esse projeto materiais de sucata que, de acordo com ela, é importante do ponto de vista ecológico, mas requer cuidados para que eles não prejudiquem a saúde das crianças. “E é importante saber também que as crianças devem ter oportunidade de brincar com brinquedos industrializados (com selo do INMETRO)”, ressalta.

 

 

Adaptação do texto “Tateando o mundo”

Revista Guia Prático do Professor – Educação Infantil Ed. 110