Laços de amizade entre crianças

Estimule os laços de amizade entre os seus alunos e oportunize neles um amadurecimento emocional verdadeiro

Da Redação | Fotos: Carlos Ricon | Adaptação web Isis Fonseca

Laços de amizade

Pesquisas apontam que estimular amizades na infância estimula o desenvolvimento de características, como: sociabilidade, autonomia e altruísmo, além de reduzir comportamentos negativos.

Durante a socialização, a criança aprende a se virar sozinha, fazendo concessões, que não ocorrem na presença dos pais. Além disso, as boas amizades podem incentivar a cooperação e também evitar hostilidade e conflitos. Com isso, a criança aprende a lidar melhor com as próprias emoções, reduzindo as chances de problemas comportamentais durante a infância.

A amizade também ajuda as crianças a serem mais altruístas e generosas e, consequentemente, mais seguras. O altruísmo auxilia na melhoria comportamental, nas habilidades sociais e também na saúde física, já que os baixos níveis de estresse refletem em batimentos cardíacos e funcionamento do cérebro estáveis. Com isso, os pequenos se tornam capazes de reconhecer atos de gentileza e criam empatia, estabelecendo uma relação de reciprocidade mesmo com as pessoas mais diversas.

No início do ano, as crianças ainda estão criando laços, entendendo o que é amizade e a respeitar as diferenças entre elas. Essa fase de adaptação é muito importante e o fortalecimento das amizades é imprescindível para que esse período seja uma experiência gostosa para os pequenos.

Nesse sentido, porque não oportunizar momentos que incentivem e estimulem a amizade? Garanta sua Revista Guia Prático do Professor – Educação Infantil Ed. 169 e veja o passo a passo da atividade prática “Árvore dos Afetos“, desenvolvido pela arte-educadora, Rosa Maria Rodrigues.

Tenha acesso a atividades novas e criativas mensalmente através da Revista Guia Prático do Professor – Educação Infantil!