Horta na escola

Faça uma horta com seus alunos e ensine muito mais que plantar

Adaptação web Caroline Svitras

 

 

A Escola Marie Bata está localizada na zona rural de Piracaia e, por isso, há a necessidade de interagir os conhecimentos trabalhados em sala de aula com os conhecimentos de mundo que as crianças já têm. Por esse motivo, a professora Luciana Maria Luscri Gomes, com o apoio da diretora Neide Brandão e do coordenador Benedito Lopes Dias, desenvolveu um projeto chamado “Semeando conhecimentos”, que veio sistematizar os diversos conhecimentos comuns e ampliar novos e mostrar para muitas crianças que, em qualquer espaço, pode-se montar uma horta e produzir sua própria verdura reutilizando materiais orgânicos, como adubo natural, dessa forma contribuindo para o modo de vida sustentável e saudável.

 

1º passo:
Levantamento dos conhecimentos prévios das crianças, em que foi questionado quem tinha uma horta em casa. E foi observado que, apesar do colégio estar em uma zona rural, a maioria não tinha horta em casa.

 

2º passo :
Foi produzido um gráfico com os dados coletados, por meio de uma pesquisa com os alunos, sobre qual era a verdura mais consumida na casa de cada uma das crianças. Os alunos também verificaram qual era a verdura mais oferecida na escola e qual eles preferiam.A alface foi a selecionada. E nessa fase do projeto, a professora levou diversos textos para ler às crianças sobre os nutrientes que tinha a alface e que benefícios trariam ao organismo, além de qual seria o melhor local para plantá-la e os cuidados necessários para ela crescer saudável. Após a leitura, foi montada uma lista com as prioridades para cultivar a horta. O cartaz foi fixado na sala.

 

 

3º passo :
Como há muito espaço em torno da escola, foi decidido o local exato da plantação. O terreno foi limpo e a terra mexida para que ficasse solta. Com esse trabalho, foi percebido que a terra era muito dura e fraca, pois as plantas ao redor não cresciam normalmente e as folhas ficavam amareladas. A professora, então, levou as crianças até a secretaria, onde há Internet, e pesquisaram sobre como resolver esse problema. A solução encontrada foi colocar fertilizante para melhorar a terra.

 

4º passo :
Cercar a horta. Foi uma das tarefas planejadas, mas como seria isso? Depois de muitas ideias, a turma resolveu cercar com garrafas PET para que o canteiro não se desfizesse com a chuva. Além disso, foram pegas folhas de verduras e frutas (servidas na escola) que não estavam boas e colocaram no canteiro para servir de adubo. Por fim, semearam em um vaso grande as alfaces para que pudessem crescer.

 

5º passo:
Antes de replantar as mudinhas, a tarefa era identificar cada uma com o nome dos alunos para que cada um cuidasse da sua. Foi decidido que cada um deles ficaria responsável por três mudinhas. Eles escreveram o nome em um papel que foi plastificado e colocado próximo as suas plantinhas, que agora já estavam no canteiro.

 

 

6º passo:
As plantas cresceram com os cuidados que cada um teve para com a sua e foram colhidas para servir na merenda como salada, além de cada aluno levar uma alface para casa.

 

Adaptado do texto “Semeando conhecimentos”

Revista Guia Prático do Professor – Educação Infantil Ed. 117