Bumba meu boi

Máscara baseada em trabalho de Carlos Scliar resgata folclore

A professora Nereide Schilaró, a partir de obra do artista Carlos Scliar, traz a criação de uma máscara, numa reprodução de parte da gravura Bumba meu boi.

O trabalho celebra o folclore, pode ser feito sob o som de músicas dançadas nos ritos paraenses do boi, como sugestão da redação, e exercita na criançada a criatividade e o olhar sobre as formas artísticas em todas as suas dimensões. A máscara vira um lindo adorno a ser exposto pela casa e apreciado pelas crianças e pela família em seu valor estético e também cultural.

Materiais para máscara de Bumba meu boi

Uma folha de papel canson A3, lápis HB, borracha, tesoura sem ponta, um elástico ou barbante com 20 cm de extensão, potes de tinta guache coloridos, pincel chato tamanho médio, vasilha para água e pano de limpeza.

(Sugestão da redação: Material para colar e decorar, como lantejoulas, purpurina, dentre outros que possam aproximar a obra da rica ornamentação relacionada à tradição do Bumba meu boi).

Passo a Passo

Da Redação | Fotos Cristina Silvera e Shutterstock | Adaptação web Isis Fonseca

Adaptado de Adaptado de Revista Arte Educa – Ensino Fundamental Ed. 09